Inicio |    Perfil   |    Kit Mídia    |   Versão Digital    |    Anuncie   |   Contato   |   TV Liberdade

Fundado em 1986

Jornal Digital e impresso

3399-4200

9 7553-3000 (Whatsapp)

Últimas Notícias

Versão Digital

Publicidade

Publicações:

No link contato, envie sugestões, reclamações e notícias da sua região!

Como fidelizar os clientes em tempos de crise?

 

Vender mais para o mesmo cliente pode ser a melhor estratégia para garantir que as metas sejam batidas, principalmente, em tempos de crise econômica. É fato que nesses períodos tanto as pessoas quanto as empresas arriscam menos, evitam novas compras de produtos e serviços, assim como deixam de buscar novos vendedores. Ou seja, o vendedor deve se agarrar aos seus clientes e batalhar para que eles ampliem o ticket médio, fatos que, claro, podem render indicações e novos contatos.

Segundo pesquisas de Fred Reichheld, criador do Net Promoter Score, índice que mede a lealdade do cliente, um aumento de 5% na retenção de clientes pode gerar melhoria de 25% a 75% nos lucros, principalmente se forem clientes estratégicos com muito potencial.

Mas quais métodos utilizar para fidelizar o cliente? Como evitar que ele fale mal da minha empresa? Um desses métodos é praticamente infalível: garantir um pós-venda de qualidade! Sempre digo que o pós-venda é a pré-venda da próxima venda. E, apesar da repetição de palavras, essa é mesmo a melhor definição para essa técnica, que é tão importante quanto o primeiro atendimento, quanto a venda em si. É um erro acreditar que uma negociação se encerra com a assinatura de um contrato ou quando o comprador deixa a loja. A venda precisa ser encarada apenas como o primeiro passo de uma parceria que pode durar muitos anos.

ANUNCIE!

 

FEIRA DO CIRCUITO DAS MALHAS AGORA EM SÃO BERNARDO DO CAMPO

O inverno de 2017 só começa mesmo no dia 21 de junho e termina em 22 de setembro. Mas na região do Grande ABC já é possível sentir, nos últimos dias, que a estação mais fria do ano começa a dar os primeiros sinais. Segundo a agência meteorológica Climatempo, as médias das temperaturas mínimas nessa estação, com base nos últimos anos, deverão ficar entre 12ºC (junho e julho), 13ºC (agosto) e 14ºC (setembro).

 

As temperaturas em baixa animam os consumidores que vão às compras de peças para o inverno, responsável por 25% da receita anual do varejo têxtil e de calçados, segundo o IEMI Inteligência de Mercado, e aos fabricantes, que apostam nas vendas de coleções que acabam de deixar suas linhas de produção. Referência em moda outono e inverno há 14 anos, a Feira do Circuito das Malhas (www.feiradocircuitodasmalhas.com.br) invade o Pavilhão Vera Cruz, em São Bernardo do Campo, a partir do dia 9 de junho, com a Edição Namorados, depois de reunir cerca de 50 mil pessoas em sua Edição Família, realizada em maio na capital paulista.

 

Neste ano, segundo a idealizadora do projeto e coordenadora da feira, Sonia Sodré, as peças foram selecionadas por uma curadoria diferenciada para as coleções que são apresentadas no Pavilhão Vera Cruz pelos fabricantes. “Vamos aproximar os compradores das passarelas com itens de qualidade, tendência e glamour, que estarão nas principais vitrines nacionais”, diz a empresária. O evento, que possibilita aos consumidores adquirirem as peças com até 60% de desconto por serem preços de fábrica, vai até 18 de junho.

 

As cerca de 90 marcas fabricantes de moda feminina, masculina e infantil participantes da Feira do Circuito das Malhas são oriundas dos principais polos como Monte Sião, conhecida como a Capital Nacional do Tricô, e Jacutinga, reduto da moda fashion mineira. Muito valorizada nas principais butiques nacionais, a moda mineira destaca-se pelo cuidado com o acabamento e com os detalhes, que valorizam sempre o uso de materiais artesanais, como crochê, renda e aplicações de patches, promovendo peças exclusivas que se destacam no mercado brasileiro.

 

Há ainda expositores de Serra Negra e Águas de Lindóia, cidades do interior de São Paulo que também são referências no setor de malhas. Os produtos de lã e de couro, como os tradicionais casacos e jaquetas, por sua vez, serão apresentados por fabricantes da Serra Gaúcha e do Paraná, polos da moda da região Sul do país, que trazem para São Paulo as novas tendências do setor, elaboradas por estilistas e consultores de moda.

 

Cardigans e gola alta são “must have” da estação - Peças assimétricas, golas altas, cardigans e saias plissadas serão ícones da estação e estarão presentes em looks diferenciados na Feira do Circuito das Malhas. Depois de fazer a cabeça de celebridades brasileiras, esses itens aterrissam no evento, nas principais cores do outono e inverno, como verde (o tom verde Greenery – uma mistura do verde musgo com amarelo intenso que esteve presente nas passarelas de grandes nomes como Michael Kors e Lacoste - será o grande destaque da temporada), branco, cinza e preto, além de tons pastéis, que estarão em peças, como casacos, calças, coletes, vestidos, cachecóis, luvas e jaquetas em lã, linho, tricô e couro.

 

Queridinhas das fashionistas, as top cropped, que foram destaques nas passarelas de grifes nacionais na recente São Paulo Fashion Week (SPFW), também devem chamar a atenção dos visitantes, já que ultrapassaram as barreiras e ganharam o status de objeto de desejo das mulheres antenadas em moda. Para completar o look, quem for à feira também poderá conferir lindos e modernos acessórios.

 

Priscila Fantin e Diego Fragoso estrelam campanha – Para atrair as pessoas neste ano, a Feira do Circuito das Malhas 2017 convidou os atores Diego Fragoso e Priscila Fantin, que também terão a missão de sensibilizar o público para a responsabilidade social, já que a feira divulga o GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer) há 15 anos em seus eventos.

SERVIÇO

 

FEIRA DO CIRCUITO DAS MALHAS – Edição Namorados

De 9 a 18 de junho

Endereço: Pavilhão Vera Cruz

Av. Lucas Nogueira Garcez, 756 – Centro, São Bernardo do Campo

Horário: De segunda à sexta-feira: das 14h às 21h

Sábados, domingos e feriados:  das 12h às 21h

Entrada: franca

Estacionamento gratuito no local

 

Praça da Liberdade

poderá mudar de nome

·      Médias das temperaturas deverão ficar entre 12ºC e 14ºC; fabricantes apresentam coleções com preços até 60% menores do que as lojas

·      O evento, que possibilita aos consumidores adquirir as peças com até 60% de desconto por serem preços de fábrica, vai do dia 9 a 18 de junho

·      Baixas temperaturas animam os consumidores que vão às compras em evento que ocorre no Pavilhão Vera Cruz

Um novo conteúdo a cada momento, boa leitura!

Cotações para anúncios ligue: 11 3399-4200 - 9 7553-3000 Whatsapp